quarta-feira, 29 de outubro de 2003


TESTE

Site oficial tira dúvidas de uso

Anti-spam se revela satisfatório em prova

DA REPORTAGEM LOCAL

Acompanhando a leva de novos programas que filtram e-mails, a empresa nacional Divertire (www.divertire.com.br) lançou o SpamFobia 2003, prometendo aos internautas proteção mais ampla do que a oferecida por programas já existentes.
Em testes, o software obteve bons resultados. A prova foi feita com uma conta de e-mail criada e usada sem segurança, possibilitando o recebimento de mensagens indesejadas.
O SpamFobia deve ser utilizado antes de o usuário abrir o gerenciador de e-mails. Na inicialização, o programa rastreia as contas previamente cadastradas e classifica mensagens de acordo com parâmetros preestabelecidos.
Será exibida uma tela similar à de um programa de e-mail. Cada mensagem estará marcada com uma cor diferente. Em vermelho aparecerão as mensagens definidas como spam, de acordo com as configurações do usuário.
Mensagens em branco não obtiveram classificação. Em amarelo estão os possíveis spams. Caso o software cometa algum engano na checagem automática, o usuário poderá fazer a filtragem manual, clicando com o botão direito do mouse na mensagem e definindo-a como spam ou então como mensagem amiga.
Após classificadas, o internauta apaga as mensagens que não quer baixar e, ao abrir o programa de e-mails, faz o download somente de e-mails autorizados.
O que pode causar algum incômodo ao usuário, mas não chega a ser uma falha, é o fato de que somente após ele definir um e-mail como desejável é que o SpamFobia irá classificá-lo assim.
A barra de ferramentas é intuitiva e é possível identificar a função de cada botão deixando o cursor do mouse parado sobre ele por alguns momentos.
O Spam Fobia 2003 tem um bom preço: R$ 49,90. Caso surjam dúvidas sobre a maneira de operar o SpamFobia 2003, o internauta tem à disposição esclarecimentos no site oficial do programa: www.spamfobia.com.br.

(FERNANDO BADÔ)